UFC 218: Max Holloway é favorito em defesa cinturão contra Frankie

Por

APOSTE AGORA

Overeem x Ngannou lutam no peso pesado e vencedor pode ser o próximo adversário de Stipe Miocic

No dia 2 de dezembro o UFC terá sua 218ª edição. O evento acontecerá em Detroit, na Little Caesars Arena, ginásio do time da NBA, Detroit Pistons. A luta principal será entre o havaiano Max Holloway e o norte-americano Frankie Edgar. Max é o atual campeão dos pesos-pena (até 65,7kg) e conquistou o cinturão em julho deste ano, no UFC 212, quando bateu José Aldo Jr, no Rio de Janeiro. Essa será a primeira defesa do atleta, que é o favorito para a vitória, segundo as nossas cotas.

Na luta que precede a principal, os pesos pesados (até 120kg) Alistair Overeem e Francis Ngannou se enfrentarão visando uma disputa de título contra o campeão Stipe Miocic. Quem vencer vai se credenciar ao desafio. No peso mosca (até 56,7kg), Henry Cejudo e Sergio Pettis farão um duelo equilibrado que também pode levar o vencedor a desafiar o campeão da categoria, que no caso é Demetrious Johnson, considerado o melhor lutador peso por peso do mundo.

Na categoria que tem o falastrão Conor McGregor como campeão e Tony Ferguson como campeão interino, os pesos leves (até 70,3kg), Eddie Alvarez e Justin Gaethje medirão forças em uma luta que colocará frente a frente experiência e invencibilidade, respectivamente.

A principal luta feminina da noite ficará por conta de Michelle Waterson e Tecia Torres, pelo peso palha (até 52kg). Serão 13 lutas no total e Alex Cowboy é o único representante brasileiro no evento. Você acompanha tudo do UFC aqui.

Max Holloway x Frankie Edgar

Invicto há 11 lutas, Max Holloway vem de importante vitória diante da lenda viva José Aldo. A vitória aconteceu na casa do adversário e deixou a torcida carioca sem reação, tamanho domínio de Max. Invicto desde agosto de 2013, quando perdeu para McGregor, o havaiano soma 17 lutas no Ultimate Fighting Championship, sendo 14 vitórias e três derrotas.

O baixinho Frankie Edgar é uma pedra no sapato de quem o enfrenta. Muito ágil, o atleta subiu no octógono mais famoso do mundo 22 vezes, tendo vencido 16, perdido cinco e empatado uma vez. Com 36 anos, ele vem de duas vitórias seguidas, diante de Jeremy Stephens e Yair Rodriguez. Assim como Holloway, Edgar também já enfrentou José Aldo, mas acabou sendo derrotado (pela segunda vez) em julho de 2016, no UFC 200. Essa foi sua última derrota.

Com sete vitórias por nocaute, cinco por decisão dos juízes e duas por finalização, o atual campeão, que tem apenas 25 anos, é o favorito para a vitória, segundos nossas cotas. Sua vitória está rendendo R$1,44 para cada real investido, enquanto que a vitória de Edgar rende R$2,75.  O estilo de luta do favorito é baseado em muita agressividade e vantagem por causa do tamanho. Seu 1,80m o colocam muito acima dos lutadores da categoria e ele sabe se aproveitar da situação utilizando muito soco reto (jab e direto) e chutes frontais, danificando o adversário e mantendo uma distância segura.

Contra Edgar a diferença de altura ficará ainda mais escancarada. Isso porque o desafiante tem 1,65m. No entanto, ele possui a seu favor a velocidade e experiência necessárias para sair vitorioso. Sua agilidade é acima da média na categoria, dando-lhe a possibilidade de bater e sair do raio de ação em fração de segundos. Aliás, para ganhar de Holloway, Edgar vai precisar não apenas estar muito rápido, mas também ter muita precisão, pois o campeão se utiliza muito bem dos cotovelos na curta distância e isso pode causar estrago no baixinho.

Com o passar dos rounds e mantendo a estratégia de sempre, que é minar o adversário, Holloway se justifica como o favorito para a vitória. Ele possui mais poder de nocaute e mais arsenal de golpes. Frankie é um atleta que não tem muito poder de nocaute, tanto que em 28 confrontos na carreira venceu 16 por decisão dos juízes, o que também mostra que é um cara que sabe impor seu ritmo e ter volume de luta. Por causa da altura, juventude e contundência, meu palpite é de vitória por nocaute do Holloway.

Alistair Overeem x Francis Ngannou

O holandês Alistair Overeem está com 37 anos e é um daqueles caras respeitados por seu jogo em pé. Seu poder de nocaute é reconhecido no mundo da luta, assim como seu queixo fraco. Na carreira, são 59 lutas, com 43 vitórias (19 por nocaute, 19 por finalização e cinco por decisão dos juízes) e 15 derrotas, sendo 10 por nocaute, três por decisão e duas por finalização. Fabrício Werdum foi o último a perder para Overeem. A luta aconteceu em julho desse ano.

Apesar de ter 31 anos, Ngannou é inexperiente. São apenas 11 lutas na carreira profissional de MMA. No UFC o atleta nunca perdeu e soma nove vitórias. Sua única derrota foi em outro evento, em dezembro de 2013. Das suas 10 vitórias, seis foram por nocaute e quatro por finalização. Porém, nada disso me faz acreditar na vitória de Francis. Claro, no peso pesado as mãos dos atletas são muito pesadas e qualquer golpe que entre mais limpo no adversário pode derrubar, por isso, é mais difícil prever. No entanto, meu palpite é de vitória do Overeem por causa da experiência e da luta em pé mais afiada. Quem vencer deve ser o próximo adversário do campeão Stipe Miocic.

Henry Cejudo x Sergio Pettis

Sergio Pettis tem 24 anos, mas tem mais experiência no MMA que Henry Cejudo, que tem 30. São 18 lutas (16 vitórias e duas derrotas) para Pettis e 13 de Cejudo, que tem 11 vitórias e duas derrotas. O primeiro está na 4ª posição do ranking do peso mosca, enquanto que o segundo ocupa o 2º lugar, mesmo tendo vencido apenas uma luta das suas últimas três.

A intensidade está presente no estilo dos dois lutadores, que também sabem controlar bem a luta. Eu acredito que os juízes precisarão decidir o vencedor do confronto. Quem tiver o braço erguido pode se tornar o desafiante ao trono de Demetrious Johnson. Se Cejudo ganhar, terá sua revanche diante de Johnson, já que eles se enfrentaram em abril de 2016.

Eddie Alvarez x Justin Gaethje

Os atletas lutarão pelo peso leve, que tem dois campeões: Conor McGregor e Tony Ferguson (interino). Eles devem se enfrentar para unificar o título. Até lá outros lutadores querem subir no ranking. Dentre eles, Eddie Alvarez e Justin Gaethje. O primeiro tem 33 anos, 34 lutas (28 vitórias, cinco derrotas e uma luta sem resultado) e não venceu seus dois últimos confrontos, inclusive, diante de McGregor, em novembro de 2016.

Aos 28 anos, Justin tem 18 lutas e nunca foi derrotado. Porém, só fez uma luta no UFC. Seu poder de nocaute impressiona e ele já soma 15. Hoje, Gaethje está em 5ª no ranking da categoria e Alvarez fica em 4º. No dia 2 de dezembro o lutador invicto terá seu maior desafio na carreira e eu acredito que a experiência falará mais alto. Meu palpite é de vitória de Eddie Alvarez, sendo assim, a primeira derrota de Justin.

UFC 218 (acompanhe mais clicando aqui)

Max Holloway x Frankie Edgar – peso pena (até 65,7kg)

Alistair Overeem x Francis Ngannou – peso pesado (até 120kg)

Henry Cerujo x Sergio Pettis – peso mosca (até 56,7kg)

Eddie Alvarez x Justin Gaethje – peso leve (até 70,3kg)

Michelle Waterson x Tecia Torres – peso palha (até 52kg)

Al Iaquinta x Paul Felder – peso leve

Alex Cowboy x Yanci Medeiros – peso leve

David Teymur x Drakkar Klose – peso leve

Felice Herrig x Cortney Casey – peso palha

Sabah Homasi x Abdul Razak Alhassan – peso meio-médio

Jeremy Kimball x Dominick Reys – peso meio-pesado

Amanda Cooper x Angela Magana – peso palha

Justin Willis x Allen Crowder – peso pesado

 

Para apostar em outros esportes, clique aqui: https://www.bumbet.com/sports

Conheça nossas promoções: https://www.bumbet.com/promocoes?menu=secondary

 Você também pode gostar: https://www.bumbet.com/artigos

 

Ainda não tem conta no Bumbet? Cadastre-se agora e viva momentos únicos apostando em seus esportes favoritos, com até R$ 450 em bônus.

CADASTRE-SE