Brasileirão: Corinthians empata e Grêmio pode ser o novo líder

Por
nona rodada do Brasileirão

APOSTE AGORA

 

Brasileirão: Corinthians empata e Grêmio pode ser o novo líder

Oitava rodada conta também com reações de Palmeiras e Atlético-MG

Disputada neste final de semana, a oitava rodada do Campeonato Brasileiro foi marcada pelas surpresas. Nas nove partidas realizadas, apenas um time mandante ganhou sua partida - e justo aquele que era o grande favorito da jornada. Estamos falando do Vasco, que derrotou o lanterninha Avaí por 1x0 em São Januário na noite de sábado (17).

O Gigante da Colina carregava o maior favoritismo prévio da rodada. A sua possibilidade de vitória era a mais destacada de todas as partidas, vindo muito depois as chances de empate e triunfo do clube catarinense, que agora amarga a triste condição de só ter cinco pontos em 24 disputados.

Também na noite de sábado, o placar de 1x0 igualmente determinou a vitória do Atlético-PR fora de casa contra o Atlético-GO. Era a terceira possibilidade menos antecipada pelas previsões. O terceiro e último jogo de sábado terminou com o frustrante 0x0 entre Santos e Ponte Preta no Pacaembu – era a segunda opção na noite paulistana, atrás da vitória do Santos e à frente da chance de triunfo da “Macaca” de Campinas.

Outro 0x0, mas em Curitiba, abriu o domingo com Coritiba e Corinthians. O empate era a terceira possibilidade deste confronto que deixa o alvinegro paulista vulnerável na liderança do campeonato – explicamos adiante.

Mais uma igualdade, mas por 2x2, marcou o Fla-Flu do Maracanã. E não faltou emoção. O gol que decretou o placar final saiu só aos 50 do segundo tempo, marcado pelo flamenguista Trauco. Era também a segunda possibilidade prévia, surgindo entre o favoritismo do Fla e a menor chance do Flu.

Duas vitórias visitantes, e por dois times que precisavam desesperadamente de reação, marcaram o “horário nobre” do futebol brasileiro às 16h deste domingo. No Morumbi, o São Paulo amargou nova derrota, desta vez para o necessitado Atlético-MG, que contou com gols de Cazares e Rafael Moura para despachar o Tricolor de Rogério Ceni por 2x1. As previsões foram dribladas de novo. O triunfo do Galo aparecia como a possibilidade menos provável na partida.

Situação idêntica foi vivida pelo Palmeiras em Salvador, com um 4x2 sobre o Bahia na Fonte Nova. Atual campeão brasileiro, o Alviverde contou com um pênalti polêmico para abrir o placar, mas no começo da segunda etapa já vencia por 2x1 e só administrou até a vitória final – a sua primeira fora de casa nesta competição. O Bahia, por sua vez, vinha 100% em Salvador e conheceu assim a sua primeira derrota diante de sua torcida.

Palmeiras e Atlético-MG agora respiram um pouco mais aliviados. Ocupam a 12ª e 15ª colocação, respectivamente.

Outras duas vitórias visitantes fecharam o domingo do Brasileirão. Na Arena Condá, em Santa Catarina, o Botafogo não tomou conhecimento da boa fase da Chapecoense e venceu por 2x0, gols de Roger e Rodrigo Pimpão, que concretizaram a possibilidade menos provável da noite.

Situação parecida marcou Sport x Vitória, em Recife. O Rubro-Negro da Bahia ganhou com folgas, e o 3x1 no placar poderia ser até mais, em que pese a condição prévia de praticamente zebra.

Os quatro primeiros no Brasileirão depois de nove de dez jogos desta oitava rodada tão atípica são Corinthians (20 pontos), Grêmio (18), Coritiba (15) e Santos (13).  O Z4, como é chamado o bloco dos times que hoje cairiam para a Série B, é formado por Sport (8), Atlético-PR (8), Atlético-GO (6) e Avaí (5 pontos).

Topo à vista - A grande possibilidade de o Brasileirão ter um novo líder vem das 20h desta segunda-feira (19) em Belo Horizonte, quando o Cruzeiro recebe o Grêmio. A equipe de Mano Menezes ocupa agora a 14ª colocação e precisa reagir, mas encontra pela frente um adversário extremamente forte. O Grêmio vem de vitória fora de casa sobre o Fluminense (2x0) e tem todas as chances de repetir este triunfo visitante.

As previsões dão amplo favoritismo ao Cruzeiro, cuja vitória aparece à frente das possibilidades do empate e do triunfo do Grêmio – mas a rodada está confirmando que tais prévias acabam sendo revertidas diante de um Brasileirão com placares dos mais inusitados.

Inusitada está também a situação do Cruzeiro do ataque. A equipe dos badalados Thiago Neves, Wanchope Ábila e Rafael Sobis soma até aqui míseros cinco gols em sete jogos. Muito diferente é a situação dos homens de frente do Grêmio, que são verdadeiras máquinas de gols. Fizeram até aqui nada menos que 18. Para comprovar como é um número expressivo, o segundo melhor ataque deste Brasileirão, o do Corinthians, com 14, obteve esta marca em oito jogos. O Grêmio fará seu oitavo justamente nesta noite que pode significar sua ida à ponta neste Brasileirão.